Slideshow e28


Casa do Rio - Quinta do Orgal



Castelo Melhor - Vila Nova de Foz Coa




Seguimos viagem: da Quinta do Vallado partimos para uma outra descoberta.

Sim, e esta é mesmo nova já que a unidade hoteleira para onde nos dirigimos abriu este mês de julho e é um projecto também desenvolvido pelos proprietários da Quinta do Vallado.

Optamos por um percurso diferente: partimos de comboio da estação da Régua e fomos até à estação do Pocinho, no Douro Superior.

A viagem de comboio, cuja a duração é de 1h e 30m, é absolutamente fascinante e não deixa ninguém indiferente.


Chegamos ao Pocinho ao final da tarde. Conforme acordado ainda na Quinta do Vallado, um elemento do staff da Casa do Rio, vem buscar-nos à estação, apesar de algum tempo de espera.
A chegada à Quinta do Orgal e à Casa do Rio fez, no entanto, esquecer a falta de pontualidade.

Ali é mesmo é impossível não relaxar...


Imagine acordar no meio dos vinhedos, com um rio aos pés, numa paisagem sublime e com um silêncio de encher a alma...

Considere que tem uma piscina com uma vista de cortar a respiração, de tal forma é extraordinário o seu enquadramento e a sua localização...


Imagine que está num mini hotel personalizado como se fosse quase a sua própria casa, com apenas 6 quartos, e que possui uma cozinheira de mão cheia, que dia após dia,lhe prepara manjares saborosos e confeccionados com muito carinho, num ambiente profundamente romântico...

Considere, ainda, que está numa quinta no Douro Superior, e que diariamente lhe são servidos excelentes nectares do "Deus Baco".


Divino?

Realmente, descrever toda esta simbiose de sensações torna-se quase inglório mas de um prazer imenso...

Melhor do que tudo o que viu e leu, será mesmo a experiência de usufruir deste bem estar de emoções e agradecer aos Céus.