Slideshow e27


Vintage House Hotel - Pinhão






E depois do destino anterior, nada melhor, que ir até ao verdadeiro coração do Douro, ou seja, até ao Pinhão.

Aqui a escolha é múltipla, e toda ela aliciante, quer seja de carro ou novamente de comboio, saindo na bonita estação do Pinhão.


No Pinhão, vislumbra-se todo o movimento e o glamour dos barcos e cruzeiros que chegam e partem para os vários passeios no Douro.

Aqui avistámos os velhos barcos Rabelos, que durante vários séculos foram o meio de transporte preferencial que ligava o Alto Douro ao Porto.



Uma das entradas do nosso destino (Vintage House Hotel) está muito convenientemente localizado mesmo à frente da estação do Pinhão.

O acolhimento à chegada não poderia ser mais caloroso, espera-nos, ao final da tarde, a simpática directora geral do hotel - Márcia Coelho.

Inaugurado em 1998, sob a égide do grupo Taylors, o Vintage House Hotel resultou da recuperação de um edifício antigo onde outrora existia uma adega.

Foi desde da sua abertura um marco na hotelaria de luxo e charme no Douro, e apesar das várias vicissitudes porque passou nos últimos anos, continua a manter uma aura de elegância única.


Num total de 43 quartos, incluindo suites, todos desfrutam de varandas, terraços e uma espetacular vista de rio.


O prestigiado restaurante Rabelo, sob os comandos do maître  Joaquim Cruz e do chefe João Santos, conjugam um serviço à la carte com sabores da região.


Quer no interior, na sua belíssima sala com frescos com motivos das vindimas no Douro, quer no Verão no seu espectacular Terraço, os momentos das refeições ganham sempre uma renovada magia.




Muito acolhedor, e num espírito very British, o bar Library proporciona momentos de desfrute de um bom vinho do Porto.   


Durante o dia, para além das inúmeras actividades que pode desenvolver não deixe de ir até à bonita piscina do Hotel, quando o tempo assim o permitir.

O Vintage House Hotel é, desassombradamente, um paraíso de emoções e sabores que não vai querer certamente perder.




Terminamos, assim, com chave de ouro, a nossa incursão por esta magnífica Região em setembro de 2015.